Wana Química

Fórum Paint & Pintura Criciúma abre de casa cheia

09/11/2017 - 13:11

Com 108 inscritos, evento terá uma grade de palestras com análises e apresentação de novidades para o mercado de Santa Catarina e região Sul

O 33º Fórum Paint & Pintura de Tecnologia e Gestão em Tintas - Região Sul - teve início nesta manhã (9) com um total de 108 inscritos. O encontro está sendo realizado na Associação Empresarial de Criciúma (ACIC), na rua Ernesto Bianchini Góes, 91, em Criciúma (SC).

Em seu discurso de abertura, o presidente do Sinquisul (Sindicato das Indústrias Químicas do Sul de Santa Catarina), Edílson Zanatta, enfatizou os benefícios de encontros como esse, que trazem as principais inovações em matérias-primas, insumos e processos de gestão para as indústrias de tintas, e lembrou da importância do setor regional no cenário nacional : “Santa Catarina produz 12% do total de tintas consumidas no país, o que demonstra a força e o destaque que o Estado tem dentro da Federação.”

O evento teve em sua plenária de abertura a palestra "Projeções do mercado brasileiro de tintas e impactos regionais e setoriais", proferida por Francisco Racz, sócio na Rácz, Yamaga & Consultores Associados, com 40 anos de experiência em todos os segmentos de tintas e relacionados na América Latina. A apresentação trouxe uma analise dos segmentos do mercado de tintas no Brasil e sua evolução recente, além de apresentadas projeções para os próximos anos, baseadas em hipóteses para evolução da economia com os respectivos impactos setoriais e regionais.

Em seguida, o gerente de aplicações para a América Latina da Elementis Specialties, Carlos Ramiro, falou sobre "Reologia aplicada à resolução de problemas típicos em Tintas Decorativas & Industriais". Ramiro mostrou a reologia de uma maneira diferente, como uma ferramenta de resolução de problemas típicos em formulações de revestimentos decorativos e industriais. Por meio da vasta experiência acumulada em reologia que a empresa possui foram apresentados casos práticos, sempre tendo como base o conceito de reologia, associado ao vasto portfólio de modificadores reológicos da Elementis Specialties.

A palestra "Polimeros de alta performance e suas aplicações no mercado de tintas gráficas e industriais" foi proferida na sequência por Fernando Guirau Parra, gerente de negócios América Latina, Fabrício Casco, technical sales e Joice Hack, applications chemist - polymers da Stahl Polymers. Eles discorreram sobre os produtos: resina Picassian AC-126 formadora de filme flexível que tem uma adesão excelente sobre superfícies metálicas, tornando-se perfeita como revestimento anticorrosivo; Relca PD-805, uma resina fosca livre de compostos orgânicos voláteis (VOC) que providencia um brilho muito reduzido; Picassian AC-246, acrílico puro que permite um brilho elevado e possui excelente característica à prova de água; e Picassian PU-538, uma resina de poliuretano modificada não reativa, com poliéter alifático para laminação e impressão exterior.

A Brenntag teve como tema "A tecnologia do Silicone: Resinas resistentes a altas temperaturas e novos aditivos para sistemas aquosos", apresentado por Sergio Azevedo Santos, especialista técnico da Brenntag, e Everton Marion, especialista técnico da Dow. Atenta às necessidades do mercado e buscando sempre inovações, a Brenntag apresentou a nova tecnologia de resinas de silicone base água, oferecendo ao mercado uma nova opção de aplicação para sistemas resistentes a altas temperaturas, além do consagrado sistema base solvente. Apresentou também novos aditivos com efeito e desempenho diferenciado, oferecendo aos formuladores opções de produtos de performance em sistema aquoso.

Produtos ecoeficientes foram apresentados na palestra da IMCD em conjunto com a Covestro. Que tal oferecer ao mercado um revestimento onde não haja contaminação de odor durante a aplicação? E lançar uma nova linha de materiais base água de 1 ou 2 componentes de alto desempenho? Ou mesmo um sistema de alto sólidos com secagem em menos de 2 horas? Tudo isso fez parte da palestra "Eficiência e vantagens de sistemas de alto desempenho e baixo VOC", proferida por Ana Paula Alonso Cardoso, assistente técnica para tintas e revestimentos da Covestro, que teve abertura com Flavia Zangrandi, product manager Coatings & Construction da IMCD, com o tema "IMCD - Distribuindo inovações para seus clientes". As novas tecnologias amigáveis ao meio ambiente da Covestro são alternativas de alta eficiência para cada substrato e seus requerimentos. Foram apresentadas as resinas acrílicas base água hidroxiladas e auto reticuláveis, dispersões poliuretânicas e sistema poliaspártico de altíssimos sólidos.

Palestras da tarde

Entre os temas da tarde estará a palestra “Superfícies resistentes à sujeira, fáceis de limpar e cuidar”, ministrada por Ricardo Gouvea, regional sales manager da Wacker. Em destaque as novas soluções da empresa para tratar as superfícies de forma a aumentar sua resistência à sujeira. Por causa da sua composição especial, a dispersão PRIMIS SAF 9000 é ao mesmo tempo oleofóbica e hidrofóbica, protegendo a película de tinta das mais diversas manchas - de café a lápis de cor, passando por vinho tinto. A adição de 10% a 20% da dispersão em relação ao ligante principal possibilita que a sujeira possa ser removida da parede com uma esponja comum.

Em seguida, virá o tema “Vanadato de bismuto: Visão custo x benefício em cores saturadas”, a ser abordado por Sergio Rubio, coordenador técnico da quantiQ. O Vanadato de Bismuto já é um pigmento bem conhecido pelos formuladores de tinta, principalmente em função de suas características de resistência à luz e à temperatura. Além disso, é possível produzir formulações com alto brilho, alta saturação e, principalmente, excelente cobertura. Tomando como referência essas duas últimas características, serão mostradas as vantagens em se produzir revestimentos com cores saturadas a partir dos vanadatos, evidenciando como o custo com o uso desses pigmentos pode ser mais competitivo do que quando são utilizados os amarelos orgânicos.

Outro assunto de destaque será “Soluções em Epóxi para revestimentos industriais”, ministrado por Emeliane Vequi, executiva de vendas na MCassab; e Thiago Faria, desenvolvimento e suporte técnico em produtos epóxi na Olin. Serão apresentadas as soluções e a ampla linha da Olin em resinas epóxis, agentes de cura e diluentes reativos para o mercado de revestimentos.

O Grupo MAST apresentará no evento a palestra “Medição da Aparência Antes e Depois do Intemperismo”, com Dario Mendonça, executivo de vendas. A medição da aparência: cor, brilho e casca de laranja, antes e depois da exposição ao intemperismo acelerado, por UV e Xenon e testes de corrosão em laboratório. Serão apresentadas tamb´[em normas brasileiras para tintas imobiliárias.

“Proteção e Preservação de Madeiras - Oportunidades e Perspectivas” será o assunto da palestra de encerramento, Dulcidio Macedo, formado em Química pela Faculdade Oswaldo Cruz (SP), Professional & Self Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching e MBA em Gestão da Indústria Química na Universidade Federal do Rio de Janeiro/Abiquim. A madeira é a única matéria-prima realmente renovável e sustentável que pode servir a várias finalidades industriais. Essa palestra falará um pouco sobre como a proteção e preservação de madeiras podem gerar oportunidades e novas perspectivas desse setor para o mercado Brasileiro.

Com 43 anos de experiência liderando empresa e equipes na Indústria Química, entre outras atividades, Macedo atuou como diretor de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento, criou novas linhas de produtos para acabamento e tratamento de madeira, Tintas, Vernizes, Texturizados, Resinas, Stains e o CCA, hoje líderes de vendas em seus segmentos. Atualmente, é proprietário da Rapport & Innovation, empresa de Consultoria, Mentoria e & Coaching.

  Mais notícias