Eastman destaca esforços globais de combate à COVID-19

18/06/2020 - 18:06

Companhia adota diversas iniciativas ao redor do mundo para contribuir com profissionais da saúde e ajudar a enfrentar a pandemia

Ao redor do mundo, membros da Eastman têm usado a inovação e seu espírito colaborativo para auxiliar profissionais da saúde que estão na linha de frente de combate à pandemia da COVID-19. A Eastman, uma fabricante de especialidades químicas normalmente encontradas em uma ampla gama de produtos utilizados pelas pessoas todos os dias, está fornecendo materiais para ajudar na produção de itens críticos necessários para produtos médicos, de saúde e de higiene que estejam em falta ou com estoque baixo. Até o momento, a companhia fez as seguintes contribuições:

- 10.000 protetores faciais para hospitais de Massachusetts, graças a uma colaboração com a SMC Ltd.;

- Doação de resinas de copoliéster para a PRP Creation como parte de um esforço de companhias de cosméticos para produção de 475.000 garrafas de álcool em gel para mãos para organizações de saúde na França;

- Distribuição de películas para vidros para a Harlow College produzir mais 300 protetores faciais para trabalhadores de hospitais do Reino Unido;

- Colaboração com a Comissão de Ensino Superior do Tennessee e as universidades do estado para ajudar na produção de 10.000 protetores faciais;

- Ajuda à Universidade de Purdue com doação de mais de 50 metros quadrados de material para a produção de mais de 3.000 lentes para óculos de proteção e 4.000 protetores faciais para equipes médicas;

- Parceria com a Rotuba para produção de 75 a 100 mil protetores faciais por semana para proteger profissionais da saúde, donos de pequenos negócios e cidadãos na luta contra a COVID-19;

- Doação de copoliésteres para companhias (3D Lab e MMS Plásticos) no Brasil produzirem mais de 20.000 protetores faciais para hospitais;

- Doação de EPIs críticos incluindo 180 máscaras N95 e 4.400 luvas de nitrilo para atendentes primários em Massachusetts;

- Parceria com o Groupe SEB (Arno) e a MMS Plásticos para a produção de mais de 25.000 protetores faciais para doação, sobretudo, na região nordeste;

- Doação de US$ 1 milhão em apoio às organizações de apoio comunitário e de apoio à trabalhares da linha de frente no combate à pandemia através da Eastman Foundation;

- Parceria com a Suntech para produção de óculos de proteção doados pelo Brasil;

- Doação de 600 unidades de protetores faciais para a prefeitura de Mauá, aonde localiza-se uma das plantas da Eastman no Brasil, doar para os trabalhadores essenciais (saúde, limpeza pública, defesa civil, guarda municipal);

- 3.000 m2 de material doado para a ETC, fabricante de tecnologia de iluminação e de aparelhamento, que vai produzir protetores faciais para serem distribuídos no Wisconsin e nos Estados Unidos;

- Conversão de uma planta-piloto em sua maior fábrica nos Estados Unidos para produzir álcool em gel para mãos para escolas da área e profissionais que trabalham em emergências.

"Colaborações rápidas e criativas em nossas comunidades estão causando um impacto", diz o membro do conselho e CEO da Eastman, Mark Costa. "Estou muito orgulhoso do trabalho duro dos funcionários da Eastman, guiados pela perspectiva compartilhada de que nosso trabalho hoje ajudará a conter a expansão do vírus amanhã. A coragem, determinação e espírito inovador de cada um deles vai ajudar a Eastman e nossas comunidades locais a atravessarem essa situação e contribuírem com as necessidades do mundo".

As capacidades de produção da Eastman já existentes ajudam a prevenir a propagação do vírus e também no tratamento médico daqueles que contraem o vírus ou outras doenças. Os produtos da Eastman estão em:

- Produtos de limpeza;

- Embalagens para prevenir a contaminação de alimentos, medicamentos e produtos de cuidados médicos e de cuidados pessoais;

- Produtos de higiene pessoal, sabonetes e antissépticos;

- Equipamentos de proteção individual utilizados por equipes médicas;

- Medicamentos prescritos e isentos de prescrição.

Os materiais da Eastman também fazem parte de milhares de produtos dos quais o mundo continua dependendo, e a companhia também conta com a infraestrutura essencial para levar esses produtos aos consumidores e aos clientes que contam com o comprometimento da companhia para prover serviços e suporte de qualidade. A Eastman produz intermediários essenciais para produtos que são fundamentais para viver em segurança, suprimento e segurança alimentares e limpeza. Polímeros PCT são usados em filtros de inaladores, os copoliésteres Eastman Tritan e os elastômeros Ecdel podem ser encontrados em biorreatores e bolsas de bioerrator utilizados no desenvolvimento de vacinas, o Tritan e os celulósicos Tenite são usados para a entrega de medicamentos de administração intravenosa e em câmaras de bureta e o plastificante não ftalato Eastman 168 é fundamental para a produção de bolsas para aplicações intravenosas e tubulação médica. Por conta da sua durabilidade, produtos médicos feitos com Tritan suportam uma ampla variedade de desinfetantes hospitalares e rigorosos protocolos de limpeza, usados para impedir a propagação de infecções. Os produtos da Eastman também aparecem em descartáveis médicos, como cotonetes e tubos de ensaio, e em produtos duráveis, como monitores de pacientes e termômetros eletrônicos.

Durante a pandemia, os plastificantes não ftalatos Benzoflex, fabricados em Chestertown, nos Estados Unidos, continuam a ser usados em adesivos e rotulagens de embalagens de alimentos, auxiliando a segurança do armazenamento e suprimento desses produtos. As resinas adesivas da Eastman produzidas em Jefferson, também nos EUA, são usadas para fabricação de máscaras N95. Essas mesmas resinas estão presentes em produtos de limpeza e desinfetantes altamente procurados nos mercados. A empresa também produz acetato de etila, um material-chave para a embalagem de testes para COVID-19, que abastecem diretamente hospitais.

Saber que os materiais da Eastman são essenciais para o mundo mantém Jeff Mann motivado. Mann é um dos milhares de membros da Eastman que estão mantendo as plantas globais da companhia ativas. "Tenho orgulho do trabalho que estamos fazendo como companhia. Isso me ajuda a entender como o meu trabalho e o do meu time são importantes para o mundo", diz ele. "Eu acordo todos os dias ciente de que o que faço está fazendo uma diferença na nossa comunidade".

  Mais notícias