Programa colaborativo de inovação da AkzoNobel atrai 135 startups

24/07/2020 - 18:07

Em sua primeira edição regional, o Paint the Future - Startup Challenge Brazil fechou a fase de inscrições com 135 soluções cadastradas. País escolhido entre os mais de 150 em que a AkzoNobel está presente para receber o programa colaborativo de inovação com foco em startups, o Brasil mostrou que, mesmo diante do adverso cenário atual, é um mercado rico em ideias. Como referência, a versão global do programa alcançou 160 propostas em 2019.

Dividido em quatro desafios, o que mais atraiu inscrições foi o tema sobre Cadeia produtiva e Logística Inteligente, com 64 submissões, seguido por projetos de Experiência do Cliente (33), Ciclo de Vida Mais Sustentável (22) e Novas Funcionalidades (16).

A plataforma online engajou mais 283 novos membros brasileiros, que realizaram 849 interações no ecossistema - ainda é possível haver mais participações, já que a plataforma segue aberta para colaboração e enriquecimento das ideias. Em tempos de pandemia, o relacionamento também se fez presente via lives, para apresentar as temáticas e tirar dúvidas das startups interessadas. Quase 180 empresas, de 13 estados e 59 cidades, participaram dos bate-papos. O bate-papo virtual contou com participantes das mais diversas cidades, como Sobral (CE), Joinville (SC), Ananindeua (PA), Londrina (PR) e Campinas (SP).

“Os resultados na fase de submissão de ideias para o Paint the Future superaram nossas expectativas. Agora iniciamos uma etapa de avaliação para selecionarmos as startups que estarão conosco no evento de aceleração. Demos um grande passo na construção do nosso programa de inovação aberta no Brasil, conectando o ecossistema de inovação para impulsionarmos a indústria de tintas e revestimentos”, comenta Elaine Poço, diretora de P&D e Sustentabilidade da AkzoNobel para América do Sul.

As próximas fases do projeto incluem a divulgação dos finalistas em setembro e a realização de um evento de aceleração em outubro, quando também serão escolhidos os vencedores - que, além de colaborar na solução de um desafio relevante, receberão propostas de acordo com o perfil e estágio de maturidade da solução. Isso pode envolver acordos de fornecimento, colaboração e de codesenvolvimento. Eles serão premiados com a cooperação e o apoio necessários para enriquecer seus projetos e fazer seus negócios decolarem. Não há “receita de bolo”, e o suporte pode incluir orientação; acesso a clientes, investidores, especialistas no assunto e mercado; programa de aceleração; ter a AkzoNobel como cliente, investidora inicial ou organizando parcerias; entre diversas possibilidades.

No Brasil, o Paint The Future conta com o apoio da LM Ventures, que estima a existência de um ecossistema de 12 mil startups em 30 comunidades espalhadas pelo país. De acordo com a consultoria em inovação e de investimentos em startups, para 20,5% dessas jovens empresas nacionais, o principal problema do cliente atendido está relacionado à inovação em produtos e serviços, seguido por simplificação de processos (19,7%).

  Mais notícias