Casa protegida

27/07/2018 - 13:07

Tempo frio e seco exige cuidados especiais

Nos dias mais curtos e frios do inverno, geralmente as pessoas passam mais tempo no aconchego de suas casas. E nada melhor do que curtir esse momento acompanhado de um chocolate quente ou uma sopa ao lado da família. Mas as mudanças bruscas de temperatura dessa estação pedem também atenção com a casa.

Para ajudar com esses cuidados e aproveitar o tempo com que realmente importa, sem dor de cabeça, o consultor Felipe Diotaiuti, técnico em treinamentos e produtos da Suvinil dá algumas dicas para evitar os problemas desta época, como as fissuras, comuns tanto nas regiões secas, como o Sudeste, quanto nos locais chuvosos e com excesso de umidade, como o Nordeste.

Como acabar com o bolor na casa:

Ninguém gosta quando surgem aquelas machas de mofo, principalmente porque podem fazer mal para a saúde. Ele aparece quando não há ventilação, luminosidade solar e a umidade relativa do ar está alta. Para acabar com o bolor, o ideal é lavar toda a superfície com uma solução de água e água sanitária na mesma proporção. Por exemplo, misture um copo de 200 ml de cada item, deixe agir por aproximadamente 30 minutos e enxágue com água para finalizar. Se precisar pintar a parede, o ideal é utilizar tintas com alto grau de proteção. 

Fissuras na parede:

As fissuras - aquelas aberturas estreitas na parede - são causadas pela perda de “flexibilidade” do reboco, que ocorre quando é usado muito cimento ou pouca cal na construção, ou também camada muito espessa (acima de três centímetros). Para resolver, o procedimento deve ser parecido com o que é usado para evitar o bolor, já que as fissuras também podem causar este problema: lavar toda a superfície com uma solução de água e água sanitária na mesma proporção. Deixe a superfície secar por dois dias, aplicando posteriormente uma demão de Suvinil fundo preparador de paredes e, em seguida, três demãos de Suvinil Proteção Total”, explica Diotaiuti.

Goteiras que vêm do teto:

Primeiro, veja de onde vêm as goteiras. Cheque se existem fissuras ou falta de impermeabilização (procedimento para proteger um imóvel contra a ação da água) na laje, além de telhas quebradas ou fora do lugar. Um cano de água rompido ou problemas com a caixa d’água também podem ser a origem das goteiras. Mantenha a casa arejada, principalmente nos locais que podem concentrar mais umidade, como tetos de banheiros ou cozinhas. Se na sua casa tiver uma laje sem telhado, opte pela impermeabilização, que evita mofo, bactérias e outros problemas que podem ocorrer por conta do excesso de umidade. “Para isso, indicamos o produto Suvinil Manta líquida. Basta aplicar duas demãos cruzadas e esperar a secagem do local para não precisar se preocupar mais com umidade na superfície”, conta Diotaiuti.

Pontos de umidade na parede:

Identifique a origem da umidade e ataque diretamente sua causa. Verifique se não há vazamentos de canos ou infiltrações pelo telhado ou janelas. Outra possibilidade é a umidade ascendente de solo, neste caso a solução é mais complexa, por isso sugerimos buscar um profissional capacitado. “O ideal é procurar um profissional capacitado para avaliar a situação na sua parede. Caso você precise de ajuda para encontrá-lo, consulte o Vitrine Suvinil, que reúne os melhores profissionais treinados pela marca”, aconselha Diotaiuti.

  Mais notícias

Coral Sayerlack Anuncie aqui