Coral divulga novidades na CasaCor

06/06/2019 - 13:06

Nova linha de tinta Premium Decora tem três acabamentos

Tinta oficial das quinze edições nacionais da CasaCor em 2019, a Coral marca presença, entre 28 de maio e 4 de agosto de 2019, na 33ª CasaCor São Paulo, no Jockey Club, que este ano tem o tema Planeta Casa.

Além de um espaço exclusivo, o Coral Hotel, criado pelo arquiteto mineiro Pedro Lázaro, a Coral também está presente em outros 56 ambientes, que demonstram o poder da transformação de ambientes por meio de tintas coloridas e efeitos de pintura para a composição de locais harmoniosos para as mais variadas finalidades.

“Importante notar que essa onda colorida é sentida na CasaCor São Paulo mais uma vez. Constatamos um aumento no número de ambientes com cores em relação aos últimos anos, e hoje representa mais de 75%”, comenta Fernanda DallOrto, gerente de Colour Design da marca para a América Latina.

Com o que há de melhor no design de interiores, decoração, arquitetura e arte no Brasil, a CasaCor é o palco escolhido pela Coral para apresentar a nova linha de tinta premium Decora. O lançamento chega para transformar as paredes em uma experiência diferenciada, ao personalizar a pintura em HD e oferecer cores mais vivas. São produtos da linha acrílico premium de alta resistência, maior rendimento (de 19 a 21m2 por litro).

A nova linha tem três acabamentos. Do segmento de beleza, vem a inspiração para o Decora Matte (fosco); já as pedras preciosas cumprem esse papel no Decora Diamante (semibrilho), enquanto a moda dá o toque delicado do tecido homônimo como referência para a versão Decora Seda (acetinado).

As paredes ganham alta definição com quatro efeitos especiais para personalização, disponíveis em mais de duas centenas de cores. Velvet é o toque aveludado e elegante. Com aspecto homogêneo, Nuage traz suavidade para ambientes que sugerem conforto e tranquilidade. Para uma decoração com ar detalhista, que irá libertar as paredes da monotonia, a opção é o Mármore. Com doze cores exclusivas, para espaços modernos, Cimento Queimado é indicado.

“Com a nova linha Decora os projetos de decoração ganham combinações de cores e efeitos únicos e ampliam as possibilidades de uso da tinta na decoração, ao despertar sensações pela cor e pelo toque”, comenta Fernando Domingues, diretor de marketing da AkzoNobel Tintas Decorativas para a América Latina.

Conhecendo a mostra

Na CasaCor São Paulo é possível ver, na prática, o poder da transformação por meio de tintas coloridas e efeitos de pintura. Dentro do espaço tem o Coral Hotel, onde arte, design e cores convivem em harmonia, em um espaço de 300m2 e cinco ambientes desenvolvido por Pedro Lázaro, com 100% das paredes e tetos coloridos. Utilizando cores como o Rosa Pucini (em todos os tetos), Vinho de Mesa e Suvenir. Definida pelo estudo internacional de tendências Colour Futures da Coral como a cor do ano de 2019, o Creme Brulée, dá elegância à sala de jantar, assim como a um design-intervenção projetado pelo arquiteto, com 803 pássaros em madeira fixados por estrutura em metal, que está na fachada do histórico prédio do Jockey Club. Denominado Future Birds, é pintado com Decora Seda, como as cadeiras desenvolvidas especialmente para a ocasião pelo designer mineiro Olavo Machado, criando a atmosfera perfeita para os visitantes relaxarem e refletirem sobre natureza e sustentabilidade, temas presentes nesta edição da mostra. Decora Cimento Queimado na cor Cultura Grega, e a cor Branco Memória em dois tipos de aplicação, com Decora Efeito Velvet e Decora Efeito Mármore, contribuem para destacar as coleções de arte e móveis-design e protagonizar essa atitude inovadora.

O novo Decora Efeito Velvet na cor Cinza de Grife aparece no Estúdio Plural de Fernando Piva. O tom cinza perolizado que cobre grande parte da alvenaria. “O toque sedoso confere um efeito suave, e a cor serve de base e de transição para os outros revestimentos, como o porcelanato no piso, que imita granilite, e os painéis de acabamento amadeirado e de nobuck camelo”, explica o designer de interiores. O mesmo efeito e cor indica que é tendência ao marcar presença também no Loft Mobili, de Alexandre Gedeon e Hugo Schwartz, em um espaço com proposta diferente: priorizar a mobilidade, em ambientes integrados. “Não há como se isolar, quando não existem barreiras”, afirma a dupla. Para dar um contraponto à grande quantidade de madeira usada no living, paredes e teto da suíte foram pintados em tom neutro, de cinza. O efeito aveludado quebra a sobriedade da cor e transmite conforto.

O novo Decora Efeito Cimento Queimado, na cor Zeppelin, se destaca em todo o ambiente projetado por Fernanda Moreira Lima. “É como se eu tivesse mantido a alvenaria original desse prédio histórico, somente a textura delicada denuncia minha intervenção”, argumenta ela, sobre a cor e efeitos utilizados na parede e teto do Home Office da Família.

Também optou por uma paleta suave para compor sua Suíte Blush o designer de interiores Bruno Carvalho. As paredes aparecem sem acabamento, apenas com uma camada de tinta Decora na cor Branco Unicórnio, que cria um efeito aveludado. No teto trabalhado em duas alturas, o tom camurça do Creme Brulé e evoca aconchego. A mesma tonalidade se repete em um dos cantos do banheiro. Na decoração, a mistura de estilos se mescla às texturas sofisticadas e rústicas. “Quero mostrar o lado sensorial do meu trabalho. Usei muitos materiais, mas todos conversam em harmonia”, revela Carvalho.

As paredes coloridas também ganham protagonismo em projetos como o Terraço Aurora, do BC Arquitetos, no qual a cor Licor Doce se destaca em todo o ambiente. No Bar do Relógio, do Marcelo Diniz Arquitetos Associados, Tarde em Veneza e Barco a Remo são as tonalidades que energizam o espaço, enquanto no Loft Árvore da Vida, de Marcelo Salum, o dourado do Amarelo Luminoso predomina. Já no Co-dining de Juliana Pippi, o tom azulado profundo Águas Globais envolve as paredes e o teto. Para mais informações, visite

Hotel dentro da CasaCor

Com 100% das paredes e tetos coloridos, mostra que as cores podem ser aliadas na valorização de objetos de decoração e de arte. “Optamos por um diálogo franco e estimulante, no qual buscamos a desmistificação do cubo branco hermético como ambiente determinante para o colecionismo de arte”, explica Pedro Lázaro, que empresta seu virtuosismo a esse novo projeto. “Mostraremos novas possibilidades de inserções cromáticas na arquitetura de espaços internos abrigando grandes formatos artísticos, em suas diversas maneiras de manifestação, da pintura à escultura, passando por instalações”, afirma o arquiteto que chega à sua vigésima participação na CasaCor- 17 em Belo Horizonte e 3 em São Paulo.

O mobiliário e peças de decoração também foram cuidadosamente garimpados, trazendo referências de quase um século de design, e estimulando observações sobre a estética que reflete o jeito brasileiro de ser, sem obviedades. “Nesse hotel, a ideia é transpor o hospedar vinculado a pessoas ao hospedar novos conceitos de design. Além de expoentes e ícones brasileiros, como Zanine Caldas e Etel Carmona, influenciadores do nosso design marcam presença, como o finlandês Alvar Aalto e suas peças curvilíneas e orgânicas, que dividem espaço com obra do artista plástico Ernesto Neto”, conta Pedro Lázaro. Com cores em todas as paredes e tetos, Coral Hotel é uma performance que hospeda e realça a nova arte contemporânea, design e objetos da cultura brasileira e artistas que a inspiraram. Os visitantes poderão contemplar obras de Carlos Bevilacqua, Cristiano Lenhardt, Ernesto Neto, Franz Ackermann, Gerben Mulder, Iran do Espírito Santo, Janaina Tschäpe, Luiz Zerbini, Mauro Restiffe, Nuno Ramos, João Maria Gusmão & Pedro Paiva, e Sara Ramo.

Com 300m2, esse colorido hotel se desenvolve a partir de um lobby, seguido por uma suíte máster composta de quarto, banheiro, closet e sala de jantar. Um design-intervenção criado pelo próprio arquiteto, Pedro Lázaro, com inúmeros pássaros em madeira fixados por estrutura em metal, está na fachada do histórico prédio do Jockey Club. A cor do ano escolhida pelo estudo internacional de tendências Colour Futures da Coral, o Creme Brulée, dá cor ao elemento arquitetônico denominado Future Birds, pintado em esmalte acetinado à base água, e que ganha a companhia de cadeiras também desenvolvidas especialmente para a ocasião pelo designer mineiro Olavo Machado. Essa ampla intervenção na área externa cobre não somente a função de delimitar espaço, mas também trazer poesia e reflexão ao local. Inspirada na grande importância que a marca e o próprio arquiteto dão ao tema sustentabilidade, a obra é uma forma lírica e conceitual de levar o visitante a pensar sobre o que nos restará, se não preservarmos a natureza.

No lobby, as cores Rosa Pucini, Vinho de Mesa e Suvenir, esse último também em efeito marmorizado, se integram ao ambiente descontraído e às obras expostas. A suíte máster do hotel tem atmosfera teatral: telas metálicas prateadas envolvem o local, enquanto lustres pendentes na área da escada enfatizam esse clima. A cor do ano Creme Brulé e novamente aparece, dessa vez, em contraste com o cimento queimado Cultura Grega, e protagoniza essa atitude de experiência inovadora.

Para o visitante do Coral Hotel, o universo é sensorial. E esse conceito de sensações chega ao banheiro, que recebe o novo efeito velvet - também presente na sala de jantar - na cor Branco Memória. Com o cimento queimado no tom Cultura Grega, fazem companhia ao piso natural de seixos rolados pretos. Todos os ambientes têm o teto na tonalidade Rosa Pucini para unificar o espaço.

“Embarcamos nessa viagem orquestrada por Pedro Lázaro para mostrar um conceito de espaço que se aproxima dos hotéis design que têm se espalhado pelo mundo, na busca de oferecer experiências personalizadas e inovadoras, para pessoas que veem nesses conteúdos o seu próprio estilo de vida. Em nossa contribuição para a CasaCor, queremos mostrar o poder das cores e efeitos de pintura na transformação dos ambientes e sua capacidade para valorizar a decoração, o design e cada objeto de arte escolhido para adornar um espaço”, explica Fernanda DallOrto Figueiredo, gerente de Colour Design da AkzoNobel para a América Latina.

  Mais notícias

Coral Sayerlack Anuncie aqui