Cetec celebra 27 anos com lançamento para o mercado de pintura eletrostática

01/07/2020 - 09:07

Sistema eletrônico patenteado e redução de até 30% no consumo de tinta marcam o projeto da aplicadora Tecplus X

Neste mês, a paulistana Cetec completa 27 anos na ativa. Para celebrar a data, a empresa agendou o lançamento da Tecplus X, aplicadora de pintura eletrostática. Com geradora de alta tensão incorporada à pistola - uma tendência global -, a novidade conta com sistema eletrônico patenteado pela Cetec. A programação do equipamento, detalha Eduardo Cernic, diretor da Cetec, baseia-se em feedbacks que a empresa recebeu ao longo de quase trinta anos atendendo companhias que recorrem à pintura eletrostática. “Por exemplo, a Tecplus X é fornecida com as receitas mais comuns já programadas, entre elas, a pintura de chapas, cantos e repintura. O usuário também pode alterar os padrões de fábrica conforme as suas necessidades. Desenvolvemos uma interface bastante simples e personalizável, com várias alternativas de displays, sempre pensando na experiência do usuário”, conta Cernic.

Outro diferencial da Tecplux X é o sistema de resfriamento dos componentes eletrônicos. Também desenvolvido pela Cetec, o aparato faz com que o equipamento opere a temperaturas mais baixas, aumentando a vida útil de todo o conjunto. “Fora que a parte eletrônica trabalha sob baixa tensão e sem retorno de voltagem. Também é possível regular a tensão conforme o ambiente em que a máquina está sendo utilizada. Isso aumenta sensivelmente a segurança do operador”, salienta.

Economia de tinta e otimismo para 2021
Todas essas vantagens, porém, seriam menos importantes se a Tecplus X não gerasse economia ao usuário. “O projeto da Tecplus X possibilita uma redução de até 30% no consumo de tinta e 60% na demanda por ar comprimido frente aos modelos tradicionais”, calcula. 

Em paralelo à atuação no mercado de pintura eletrostática - responde por 60% do seu faturamento -, a Cetec desenvolve e comercializa uma série de equipamentos para pintura airless e líquida. “Não projetamos crescimento este ano, por conta da pandemia. No entanto, alguns setores, como o da construção civil, já estão dando sinais de recuperação, e isso é um incentivo para mantermos o nosso propósito: criar soluções em processos de pintura para auxiliar o dia a dia das indústrias”.

Além de fabricar dezenas de equipamentos, a Cetec é representante no Brasil da norte-americana Titan Tool (máquinas airless), revendedora da também norte-americana ARO (bombas para transferência) e da brasileira Wimpel, especializada em pistolas de pintura.

  Mais notícias

Coral Sayerlack Anuncie aqui