Brasilux Tintas prepara expansão em fábricas

29/01/2021 - 11:01

Empresa pretende investir R$ 100 milhões na modernização de suas instalações e processos industriais nos próximos cinco anos

A Brasilux, uma indústria de tintas nacional, fabricante de vernizes e resinas, fundada há 27 anos, entrou em 2021 com um plano de expansão e modernização de suas instalações e processos industriais com o objetivo de se tornar a maior fabricante de tintas do ranking de nacionais do setor. “Hoje, já estamos entre as cinco. Vamos investir aproximadamente R$ 100 milhões nos próximos cinco anos neste projeto. Na nova fábrica a Brasilux se prepara para aumentar, no mínimo em 5 vezes, a produção de tintas imobiliárias e em 4 vezes a produção de tintas industriais, com ênfase na tinta em pó eletrostática TGIC free, um produto cuja tecnologia foi desenvolvida pela Brasilux, que hoje é a única fabricante dessa tinta na América Latina”, esclarece Kelly Diniz, diretora-presidente.

Mudança já estão acontecendo na área fabril, que ocupa atualmente. em Matão, interior de (SP), mais de 100 mil metros quadrados de área total, sendo 50 mil m2 construídos, onde possui quatro unidades (a Brasilux tem quatro no interior de São Paulo e uma no Paraguai), para uma área de 400 mil metros quadrados, 120.000 m2 de área construída, no Distrito Industrial do município. A mudança tem como objetivo melhorar a logística e a produtividade da empresa e obter posterior economia de custos, que pode chegar a 20%.

Além disso, a empresa aposta no desenvolvimento de produtos tecnológicos e ecologicamente corretos, como explica Kelly.  "A tecnologia, inovação e produtos ecologicamente corretos foram sempre prioridades para a Brasilux. As tintas mais bem elaboradas exigem muita tecnologia e a Brasilux desenvolveu, dentre outras, uma linha de tinta em pó eletrostática, a partir de uma resina de grande eficiência no processo produtivo, inédito no mercado sul-americano. Foi um desenvolvimento pioneiro na América do Sul e livre de uma substância considerada tóxica (TGIC), tecnologia já utilizada na Europa há mais de 15 anos. A empresa também foi pioneira no país ao lançar uma tinta imobiliária que cobre com uma única demão e, ainda, foi uma das primeiras a lançar esmalte à base de água”. Os planos da empresa são de centralizar, no Distrito Industrial de Matão, todas as atividades atuais em uma só planta. Isso inclui trazer a fábrica de resina para mais perto das fábricas de tintas e trazer também para perto a Dissoltex (fábrica de tinta em pó e produtos para tratamento de couro), situada em São Carlos (SP).

  Mais notícias

Coral Luztol Anuncie aqui