AkzoNobel e Green Mining criam programa de recompensa para reciclagem de embalagens de tinta

27/04/2021 - 17:04

Descarte adequado de embalagens plásticas e metálicas, em lojas participantes, renderá pontos que poderão ser trocados por brindes ou descontos

Comprometidas com a valorização de materiais recicláveis e a redução dos impactos causados pelo descarte inadequado de resíduos, a empresa AkzoNobel e a startup Green Mining, lançam, esta semana, um programa de recompensas para o mercado de tintas. O objetivo é estimular consumidores e, principalmente, pintores a descartar de forma adequada as embalagens de tinta.

A parceria entre as empresas surgiu por meio do Braskem Labs – programa de aceleração de negócios com impacto socioambiental positivo da Braskem – que selecionou a Green Mining, especializada em logística reversa inteligente, para participação na edição de 2020. A partir das mentorias realizadas ao longo do ano, as empresas desenharam e desenvolveram, em conjunto, todo  o projeto, desde a definição do local onde as embalagens seriam coletadas, tipo de materiais até o sistema de pontuação.

“Participar da estruturação deste programa de logística reversa e ser mentora do Braskem Labs foram experiências únicas. Por meio desse case, podemos ver o resultado prático da importância de unir a cadeia em iniciativas que tornem o futuro mais sustentável – e o Braskem Labs é uma dessas oportunidades. Futuramente, esperamos poder contribuir ainda mais com a Green Mining e a indústria nacional no retorno de embalagens para a cadeia produtiva”, comenta Fernanda Ribaski, gerente comercial de Solventes na Braskem e mentora da Green Mining no Braskem Labs.

Em postos de coleta localizados em 3 unidades das lojas Casa Toni e 3 do Bazar das Tintas, todas em São Paulo/SP, o consumidor poderá entregar baldes e latas de tinta vazias e acumular pontos que podem ser trocados por brindes como camisetas, bonés, macacões e trinchas ou por descontos nas próximas compras. Esta ação, chamada de "Pintando o Futuro”, quer estimular a recuperação das embalagens pós-consumo de forma eficiente, trazendo-as de volta para o ciclo de produção. Serão recebidas embalagens de qualquer tipo ou marca, no entanto, baldes de plástico e as da marca CORAL terão maior pontuação.

"Com esta parceria, estamos não somente promovendo a cultura da reciclagem, mas também vamos diminuir os impactos ambientais e recompensar o consumidor, principalmente pintores, que descartam uma grande quantidade de resíduos. Queremos mostrar que existe um ciclo virtuoso na valoração de embalagens quando usamos tecnologia para trazer a eficiência e rastreabilidade obrigatória. Afinal, a logística reversa só existe quando comprovada a procedência de materiais pós-consumo”, explica Rodrigo Oliveira, presidente da Green Mining.

Os baldes de plásticos e as latas seguirão para a reciclagem com a expectativa de retornarem ao ciclo de produção no futuro. “Além de captar oportunidades econômicas para o processo produtivo, como a redução de compra de matéria-prima virgem, estamos agregando valor aos produtos das marcas por meio desta utilização do fluxo reverso”, diz o presidente da startup.

“Sustentabilidade é um princípio fundamental e orienta nossas atitudes e forma de pensar. A implantação deste programa, ao lado de nossos parceiros, faz parte de mais uma das ações da AkzoNobel em prol da economia circular e nossa ambição de inovar de maneira sustentável”, afirma Elaine Poço, diretora de Pesquisa e Desenvolvimento e Sustentabilidade na América do Sul da AkzoNobel.

Tanto a Braskem quanto a AkzoNobel possuem diversas ações de recuperação e valoração de embalagens e estão na linha de frente do combate à poluição, promovendo e implementando ações sustentáveis. “Para nós, da Green Mining, o Braskem Labs propiciou um verdadeiro ecossistema de desenvolvimento em que foi possível desenvolver este projeto com uma parceria tão importante para seguirmos com a nossa missão de promover um modelo de economia circular, mantendo o nosso propósito ambiental, social e econômico”, finaliza Rodrigo Oliveira.

  Mais notícias

Coral Luztol Anuncie aqui