Wana Química

Lanxess adquire a Ipel

02/12/2019 - 14:12

A Lanxess, multinacional alemã de especialidades químicas, está fortalecendo sua posição como uma das principais fabricantes mundiais de ingredientes ativos de biocidas e formulações por meio da aquisição da Ipel Itibanyl Produtos Especiais Ltda (Ipel). A empresa familiar, sediada em Jarinu (SP), é uma das principais fabricantes brasileiras de biocidas.

As empresas acordaram que o valor da aquisição não será divulgado. A transação está sujeita à aprovação das autoridades antitruste competentes e a expectativa é que seja concluída no primeiro trimestre de 2020. “Essa aquisição representa o crescimento continuado de nossa região e a importância do Brasil para a organização”, afirma Eliane Siviero, CEO da Lanxess no Brasil.

“Em nossa história de trinta anos, estabelecemos a Ipel como referência para o controle microbiológico no Brasil e na América do Sul. Também fico feliz por celebrar esse acordo com a Lanxess, uma empresa que possui valores semelhantes aos nossos”, declara Walter Piccirillo Pinto, fundador e presidente da Ipel.

Leonardo Felipe Pinto, diretor executivo da Ipel, acrescentou: ”A aquisição irá fortalecer ainda mais nossos negócios na região beneficiando principalmente clientes, parceiros e colaboradores.”

Com a aquisição da Ipel no Brasil, a unidade de negócios Material Protection Products (MPP) da Lanxess fortalece sua presença global e passa a atender clientes na América do Sul a partir da sua produção local. A unidade de negócios MPP possui atualmente fábricas na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia. “Com os negócios da Ipel, expandimos nossa rede global de produção e fortalecemos nossa posição na América do Sul. A Ipel tem uma forte rede de clientes que logo poderá se beneficiar da nossa combinação de portfólio de produtos com nossa experiência em assuntos regulatórios”, anuncia Oliver Kretschik, head da linha de biocidas da unidade de negócios MPP.

Além de aproximadamente 100 funcionários e da fábrica, a Lanxess também assumirá as instalações do laboratório da empresa no Brasil e passará a ter acesso a produtos preliminares estratégicos.

A Ipel gera a maior parte de suas vendas com biocidas e especialidades químicas para as indústrias de tintas e revestimentos. Os biocidas protegem os materiais contra infestações, destruição e deterioração causadas por microorganismos. Eles prolongam a vida útil e garantem a funcionalidade dos produtos finais. O portfólio de produtos também inclui conservantes e fungicidas para controle de processos no tratamento de água, além de ingredientes ativos para agentes de desinfecção e limpeza.

O negócio de proteção de materiais da Lanxess, MPP

A unidade de negócios MPP da Lanxess emprega cerca de 540 pessoas e tem fábricas em Krefeld-Uerdingen e Dormagen (Alemanha), Sudbury (Grã Bretanha), Pittsburgh e Memphis (EUA), Jhagadia (Índia), Changzhou (China) e Singapura.

Os produtos da divisão de negócios são usados em uma ampla gama de aplicações em todo o mundo. Com seu diverso portfólio de ingredientes ativos antimicrobianos e conservantes, a unidade de negócios MPP fornece soluções específicas para clientes de vários setores, como tintas e revestimentos, desinfetantes e também para as indústrias de proteção de madeira, construção e bebidas. Além disso, a divisão de MPP oferece assistência técnica abrangente, suporte regulatório e pesquisa e desenvolvimento específico de projetos.

  Mais notícias