Dow abre inscrições para vagas de estágio com foco em inclusão e diversidade

29/09/2020 - 15:09

Sem exigir o inglês e com processo seletivo online flexível, a companhia busca por “Gente que muda o futuro”

A Dow abriu inscrições para o seu programa de estágio “Jump to the Future”, que, com o slogan “Gente que muda o futuro”, busca por talentos diversos. O programa está alinhado à ambição da companhia de ser a empresa de ciência dos materiais mais inclusiva do mundo. O foco desta edição é criar oportunidades para talentos negros. São 30 vagas a serem preenchidas nas localidades em que a Dow atua. Em São Paulo, há vagas nas cidades de Guarujá, Jacareí e Jundiaí.

A companhia, que já vem promovendo consistentemente processos seletivos mais inclusivos, está ainda mais comprometida em garantir mudanças concretas no mercado de trabalho, ao fomentar a diversidade em todas as áreas e funções da empresa. “Não tratamos a inclusão apenas como um programa, mas como um movimento”, afirma Patrícia Lima, líder de Atração e Gestão de Talentos para a América Latina da Dow.  “Sabemos que ainda há muito a ser feito, mas estamos trabalhando para que essa mudança seja significativa a para promover uma transformação estrutural na sociedade”.

O programa de estágio busca construir um canal de talentos diverso e inovador, composto por jovens com condições de resolver desafios de negócios. Para isso, a companhia aposta em inciativas que contribuem para a inclusão de candidatos, que não teriam oportunidades ou pré-requisitos para determinadas vagas nos moldes de seleção do passado. Entre eles, a exigência do inglês, um critério aplicado em muitos processos seletivos e que, conforme comprovado por diversos índices, dificulta o acesso a universitários que não tem acesso a cursos do idioma. “Estamos unindo esforços entre a área de RH, entrevistadores e líderes para que possamos focar em outras características do candidato, pois a aprendizagem do idioma pode ser desenvolvida ao longo do estágio. Isso faz com que o processo seletivo seja mais inclusivo e justo”, diz Patrícia.

Outra iniciativa nesse sentido é o processo seletivo flexível, no qual as entrevistas poderão ser feitas em horários alternativos de acordo com a disponibilidade dos candidatos. “Sabemos que muitos universitários já possuem emprego fixo em áreas que não são de sua formação, pois precisam contribuir com a renda familiar, pagar seus estudos, e que, muitas vezes, não conseguem participar de um processo seletivo em função de sua jornada de trabalho. Por isso, ajustamos a nossa estrutura de entrevistas para que possamos incluir o maior número de candidatos”, completa a executiva.

Este ano a empresa também adotará flexibilidade no critério de recrutamento, com filtros para perfis acadêmicos mais amplos. Ou seja, haverá flexibilidade quanto ao curso, dentro de áreas do conhecimento correlatas, sempre que possível e não serão exigidas experiências profissionais anteriores ou internacional.

Trampolim: mentoria para candidatos negros

Para reforçar o impacto do programa no mercado de trabalho, a Dow está atuando com parceiros de recrutamento em toda a América Latina. No Brasil, a empresa se uniu à Eureca, consultoria de RH especializada em assegurar um processo seletivo inclusivo e diverso. Juntas, as empresas desenvolveram o Programa Trampolim, mentoria que terá como objetivo preparar e empoderar jovens negros inscritos no processo seletivo.

O programa contará com uma trilha de desenvolvimento com materiais em diversos formatos: lives, podcasts, vídeos, encontros, newsletters, entre outros, desenvolvidos em conjunto e com exclusividade pela Eureca e pela Dow, com o objetivo de preparar o candidato para o processo seletivo deixá-los mais competitivos, uma vez que não tiveram o mesmo acesso a determinados recursos. A trilha irá abordar temas como autoconhecimento, autoestima, habilidades socioemocionais, pré-requisitos, dinâmicas de seleção e entrevista. “Nós não queremos apenas fazer um processo seletivo diverso, queremos que seja inclusivo do início ao fim. Queremos que pessoas negras tenham um espaço de segurança e representatividade”, afirma Patrícia Lima.

Outro diferencial é que o Programa Trampolim utilizará a Comunidade Afro da Eureca, comunidade online voltada para talentos negros e disponível para todos os participantes do processo seletivo. O objetivo é que a comunidade funcione como um fórum para troca de ideias, compartilhamento de experiências e desenvolvimento de network. Os interessados receberão mais informações sobre a participação na ocasião do lançamento do programa. “Queremos que esses talentos percebam o quanto são capazes, nós queremos impulsioná-los”, finaliza Patrícia.

Programa de Estágio ‘Jump to the Future 2021’

Além da oportunidade de trabalhar em uma multinacional, são oferecidos aos jovens benefícios como: bolsa-auxílio alinhada com as melhores práticas do mercado, integração de estagiários programa de desenvolvimento pessoal e profissional com duração de um ano, auxílio transporte ou estacionamento, dia livre de aniversário, curso de inglês para quem possui nível do idioma igual ou inferior ao básico, assistência médica e odontológica, seguro de vida, refeição inclusa, entre outros.

As inscrições vão até dia 19 de outubro 2020, pelo site do Eureca:  https://oportunidades.eureca.me/oportunidade/estagio-dow-2021

  Mais notícias